8/18/2010

Escrever-me

Toda a tarde escrevi. Escrevi e chorei. Preciso tanto!
De me escrever. De me contar. De me encontrar. Saber quem sou, onde estou. Lavar-me em lágrimas. Lavar a minha alma, a minha vida do que sou, do que fui. Para poder continuar. Para poder voltar a mim. Tornar-me em mim. Ser. Ser quem sou, quem serei, quem tenho de ser.
Toda a tarde escrevi. Escrevi e chorei. Preciso. Tanto!

3 comentários:

.I. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
AEnima disse...

Estas a precisar de um abraco do tamanho do mundo. 'As vezes passamos por cada uma que parecem duas... ou todas ao mesmo tempo. Claro que a nossa dor e' so nossa e maior que a dos outros, mas nos periodos dificeis e' sempre bom saber que nao sou a unica, nao estou sozinha, e se outros viveram eu tb viverei. Fico feliz por pelo menos teres voltado. Escrevendo, a dor parece mais toleravel. abraco

Beijinhos

(fui espreitar o teu outro cantinho)

Luz de Estrelas disse...

Escreve e chora, mas escreve. Toma lá um xi parte- costelas.