4/26/2006

Vinte anos depois, e porque a memória é curta, é preciso reafirmar com força



... e vai assim em francês porque não consegui arranjar nenhum com um tamanho digno em português, nem mesmo em inglês. Se soubesse como se diz em russo...

5 comentários:

Carla & Repolha disse...

Ora aqui está um belo assunto para explorar... Se isto fosse um abaixo-assinado, contarias comigo (e olha que não assino coisas por dá cá aquela palha).

Horas Vagas disse...

Voto em ti!

Mãe Frenética disse...

Clap, clap! Apoiado!

Carla & Repolha disse...

Ядерный?
Нет, благодарность

;)

Carla & Repolha disse...

Ou então:

Ядерный?
Нет, Спасибо