5/16/2006

Aos meus inúmeros e incontáveis

Leitores é claro. E sobretudo leitoras ;-)
Eu sei que têm passado por aqui à procura das novidades prometidas ou até mesmo de outras quaisquer. Acontece que a semana passada foi particularmente difícil e esta vai pelo mesmo caminho. Para ajudar estou de novo sem internet em casa. Estou mesmo. O assunto é para resolver em breve, muito em breve. Simplesmente as 24 horas dos dias têm-se revelado insuficientes para poder responder às várias solicitações. Estou a pensar seriamente em inscrever-me num curso de gestão do tempo. É trabalho, é mestrado, são as crianças, é a casa. E o pior é que praticamente não consigo dar conta de nenhuma das variáveis desta equação em condições.

Trabalho: Duas actividades (por enquanto) e nenhuma corresponde aos meus desejos, necessidades e formação. No tal emprego que tive de aceitar por ser uma "excelente oportunidade" é esperado que eu desenvolva uma actividade que não me agrada e para a qual não tenho formação nem preparação. Em compensação quando quero dar o meu contributo em áreas para as quais me encontro bem mais vocacionada, e nas quais existem reais necessidades, é só entraves. Embora já lá esteja há quase dois meses ainda não tenho computador nem material para poder trabalhar. Para cúmulo reina nesta instituição uma censura inacreditável.
A outra actividade deixa-me cada vez mais insatisfeita. A entidade patronal não tem qualquer respeito pelos seus colaboradores e enche desavergonhadamente os bolsos à pala dos atrasos nos ordenados e subsídios - começaram ontem a pagar os subsídios de Natal do ano passado, dá para acreditar??!! - exigindo cada vez mais a troco de cada vez menos.
A minha verdadeira profissão/vocação, aquela que eu realmente quero desenvolver, na qual eu desejo investir o meu tempo, a minha energia, a minha criatividade... está, mais uma vez entre parêntesis. Até quando?

Mestrado: Até agora entreguei um trabalho. Daqui a uma semana faz três meses que devia ter entregue o segundo. Seguem mais três que sinceramente não sei quando nem como os farei... e bem que gostava de ter mais tempo para dedicar a este aspecto da minha vida. Gosto de ir à faculdade, ler, pesquisar. Gosto de ser estudante. Mas ser estudante-mãe-trabalhadora é dose!

Crianças: Maravilhosas. Adoráveis. Absorventes. Cansativas. Divertidas. Chatas. Deliciosas. Egoístas. Precisam de mim, da minha disponibilidade, da minha dedicação. Do meu amor, claro, mas esse está sempre presente, mesmo que eu não esteja.
Ele gostaria que o pai e eu fóssemos com ele para todo o lado. Ir ao jardim, ir à praia, ir acampar, jogar à bola, jogar playstation, jogar xadrez, correr, sair, viajar, rebolar, convidar os amigos, fazer piqueniques. Ajudá-lo a fazer os trabalhos, ouvir os seus relatos de futebol, as suas histórias de futebol, as suas teorias sobre futebol, responder às suas questões físicas, metafísicas, científicas e existenciais. Gerir os ciúmes da irmã.
Ela gostaria que eu e o pai estivéssemos 24 horas por dia acoplados a ela. De viver ao nosso colo e dormir na nossa cama. Mamar e brincar. Descobrir o mundo. Aprender a falar, a gatinhar, a andar. Tomar banhocas, fazer cavalinho, barquinho, aviãozinho, ginástica. Comer papinha, sopinha e leitinho da maminha. Chuchar na chucha, na fralda, na roupa e na mão. Palrar, guinchar e gargalhar.
Ambos gostariam que não fízessemos mais nada na vida a não ser estar com eles. E por vezes nós também.

A casa. Ai a casa. Ai as obras que eram para ser feitas há oito anos atrás. Ai o chão do quarto a abater e tecto da casa-de-banho a desfazer-se. Ai as portas empenadas e as ombreiras descascadas. Ai a janela velha e podre e a janela nova e estragada. E a outra por duas vezes mal instalada. E a marquise imposta pelo condomínio cuja qualidade fica a anos-luz da que estava anteriormente. E os esgotos do prédio inteiro que cheiram mal dentro da minha casa-de-banho. E o quintal confundido com um sanitário público por todos os gatos da vizinhança. E a cozinha que precisava de um lava-loiças novo, de um fogão novo e de gavetas novas e inteiras. E já agora de armários novos e de uma máquina de lavar a loiça. E de uma chaminé nova e limpa até ao cimo do prédio. A cozinha que precisava de uma cozinha nova. A casa que precisava de obras há anos. A casa que precisava de uma casa nova.
E a roupa. E o jantar. E as compras. E a loiça. E os papéis. E os livros. E os alunos. E a escola. E a creche. E as inscrições. E as burocracias. E os impostos. E a Segurança Social. E as vacinas. E os médicos. E a natação. E o judo. E o yoga. E eu. E EU? E EU??
E EU???

PS: As novidades prometidas.

Acho que não está com nada deixar-vos nesta expectativa e ainda por cima não rende. As novidades não são nada de especial, e vão sair assim que a Internet for restabelecida lá em casa. E antes não porque é impossível. O nada como realmente tem andado (nos bastidores, claro) a ser sujeito a uma operação de cosmética que espero partilhar convosco muito brevemente. É só uma questão de look. Como sabem, faz bem a toda a gente ir ao cabeleireiro, comprar uma roupita nova e assim. Pois é o que vai acontecer a este vosso humilde bloguinho. Mainada. Coisa pouca, como vedes. Ou ireis ver. Talvez ainda hoje. Até jazzzz

24 comentários:

Mãe Frenética disse...

meu Deus!! Nunca mais chamo por ti!

Coitada de ti rapariga! O teu dia tem 48 horas? Ou não dormes?

Eu ainda me queixo...

Carla & Repolha disse...

Fiquei cansada... Juro. Fiquei mesmo!!! E sem forças ou fôlego para dizer o que quer que seja...
Beijinho

rutebruno disse...

ai, ai...
humm, humm
cansada, tu? não!!!!
tempo para que???
o dia tem mesmo 48 horas, não é?
vida de mulher é dose...
e tu? tu estás a dar conta de tudo né?
eu é que já não dou conta de tanta curiosidade!

Horas Vagas disse...

Ouve lá... e o café desta semana com a Carla? Podíamos ir as 3 para um spa. Aqueles programas baratinhos de um dia! :-)
Ou para as massagens! ANYTHING! Os tipos podiam ficar com as bacanas. Não era mal pensado, nina!

Céu Estrelado disse...

Tens toda a razão do mundo, mas não te rales conosco, apesar de não te podermos ajudar nessas tarefas todas...sabes que estaremos aqui a dar-te forças para qd precisares!
Beijinhos grrandes e muita calma pois tudo tem um propósito e vais ver que consegues! :)

Carla & Repolha disse...

Uiiiiii o que eu gostei dessa ideia Horitas!!!!!!!!!!!!!!

Luz de Estrelas disse...

Ora vamos lá a ter calma. Dois filhos, um mestrado, um marido e uma casa? O que é aquilo no céu? Um avião? Um relâmpago? Uma Estrela? Ahhhh não, é só A Super Calamity Jane!!!! Tcham TARAMMMM. Super WOMAN CALAMITY, traz esfregonas de um lado, picheleiros e electricistas, trolhas e pintores debaixo do braço, os filhos às costas, o marido dentro da bolsa, os calhamaços dos livros em cima da cabeça. Como poderá ela salvar o mundo? Fácil... Ela é SUPER, SUPER...

calamity jane disse...

Meninas, agora a sério: eu amo-vos.
Quereis casar comigo???

Luz de Estrelas disse...

ACEITOOOOOOOOOOOOOOOOO

Carla & Repolha disse...

Com direito a pedido formal, aliança no dedo e até cerimónia religiosa???? Ai eu tb QUERO!!!

Mãe Frenética disse...

Ai q eu gostei tanto do meu casamento q não me importo nada de casar outra vez! :))

Luz de Estrelas disse...

E ainda consegues voar com mais umas quantas mulheres na bagagem? Tu pensa bem!

Carla & Repolha disse...

LOLLLLLLLLLL

Ck in UK disse...

Fiquei cansada, tal como as outras!
E que tal abrir a janela e gritar?
E comecar a espirra no escritorio durante dois dias e depois ligar a dizer que estas muito doente, e ficares com os filhos a brincar?

Zuza disse...

posso ler amanhã q a estas horas já não consigo???

e depois eu é q escrevo. aguardo, expectante, comentários teus ;)

Maria disse...

E ando eu a queixar-me de que estou cansada quando ainda estou de licença de parto??? Cansada andas tu mulher e tens razões para isso! É pena andares insatisfeita com o trabalho mas melhores dias virão concerteza.. as crianças maravilhosas e a casa um mero acessório...
Beijocas

rutebruno disse...

até que enfim a novidade!!!
fico á espera!
bjs

Sandra J. disse...

Bem, eu é que antes de ter os meus filhos tinha uma vida assim, mas depois do meu filho ter um ano acalmei. Onde arranjas coragem???
Bjs

Zuza disse...

eu cá acho q não precisas de curso nenhum!!! Já consegues gerir MTAS coisas ;)

Cool Mum disse...

Respira fundo, respira fundo, respira fundo e depois... dá um berro!

Loira disse...

UFA! Tb estou a ter uma má semana...
bj*

Horas Vagas disse...

Casar?
Outra vez?
Estás louca??
Só se comete o erro uma vez. As restantes é porque se é um tipo MESMO esquecido!

Luz de Estrelas disse...

Horinhas, a CJ com o seu harém. É que ela já pediu casamento a três e todas aceitamos. Tu não queres, pelos vistos. Já te chega um casamento. hihihi

Luz de Estrelas disse...

N te esqueças que tens resposta no "esclarecimento pirilesco"