8/06/2007

Farta de mim

é o que é. Estou mesmo fartinha de me aturar e às minhas merdas. De ser assim como sou. De não haver meio de mudar naquilo que tenho de pior. De perder tempo com tangas que não interessam nem ao menino jesus. De não fazer o que tenho de fazer e fazer o que não tenho. De estar há horas a olhar para o mesmo texto e não o terminar por "bloqueios" que na verdade não passam de preguiça. De não ter feito os trabalhos para fechar a parte curricular do mestrado e estar em risco de ter deitado o dito-cujo fora, assim como ao dinheiro investido. De não tomar as decisões que se impõem por falta de frontalidade, cansaço ou lá o que é. De não ter vontade suficiente de mudar e de andar para a frente. De me preocupar constantemente com aquilo que escapa ao meu controlo mas de inventar desculpas para não mudar aquilo que posso. De atirar areia para os meus próprios olhos enquanto a vida vai passando
Foda-se, que hoje estou farta de mim

e nem a merda do post consigo publicar

nota: ontem escrevi esta posta; hoje já não me sinto taaaanto assim, mas só agora consegui publicar. E como é verdade e ainda não passou por completo, aqui fica. Se deixar por completo de me sentir assim, despublico - depois pode ser que não consiga. É bem feita!!!

12 comentários:

Melões Melodia disse...

Ouve la - todos nos sentimos assim de vez em quando... e mesmo que passe, nao deves retirar daqui, foi um momento, ajuda para os outros, nao podes ignorar que tenha passado, senao ocorre mais vezes... de resto, sao tudo consequencias de vivermos connosco 24/7.
beijos

Actriz Principal disse...

E não andamos todos assim volta e meia?
Quando bateres no fundo, sentirás um novo alento e aí sairás da inércia. Enquanto sentires que te aguentas assim, assim irás permanecer.
(digo eu)

Força, miúda!

Beijos

Mariah disse...

Se não te importas faço minhas as tuas palavras.
beijos

Caracoleta disse...

Pois é...às vezes é difícil conviver connosco mas è só ás vezes, depois passa, afinal não somos assim tão más ;)
Beijo

Mocho Falante disse...

Ele há dias assim...quanto à inercia também às vezes me dá mas quando me decido agarrar Às coisas vai tudo à frente

beijocas e que as positive vibes voltem rápido

Tuxa disse...

Respira fundo e aguenta firme... todos passamos por fases menos boas e isso faz-nos crescer e aprender. Mesmo que nao nos pareca na altura. Bj

Cristina disse...

Sinto-me muitas vezes assim, tal qual o descreveste por razões diferentes, é claro. No meu caso, é o (in)sucesso profissional e sentir que o tempo passa e leva consigo todos os meus sonhos de adolescente...

Bjos

Cristina

Tuxa disse...

Isso deve ser contagioso!!! Hoje estou eu... tal e qual!!

Loira disse...

Ui... parece q estás em sintonia cmg... tenho mesmo de mudar de vida...
bjoca e ânimo

Amélia do Benjamim disse...

Depois do que li ali em cima, não sei bem que te diga aqui. Apenas, talvez..., que a vida é mesmo curta, curtinha, e que independentemente das estradas e dos cruzamentos que tomemos, há que nos ame, muito, e sempre.
Um beijo.
E descansa lá um bocadinho, sim?

Luz de Estrelas disse...

Idem aspas, aspas idem. E, por vezes, é pior. Estou farta do passado que carrego.

Anónimo disse...

Isso passa... é o calor!
Na minha terra a hora da calma é para a sesta!
Vais ver que com o tempo fresco vem a energia!
Gosto de te ler!
abraço
Liberdade