10/10/2008

Nem de propósito

Chegamos à escola ligeiramente atrasadas. A turma já se prepara para ir dar uma voltinha pelo pátio e fazer um pouco de "ginástica" ao ar livre. Mantenho-lhe o casaco vestido. O S. vem logo ter comigo e pede-me ajuda para vestir o dele. Não sei porquê é assim desde o início. Devo ter cara de mãe de todos. Já quando o Calamitoso Júnior andava na infantil, os coleguinhas andavam sempre de minha volta. Enfim. Visto o casaco ao S. e a MiniCalamity já vai pela mão dele de um lado e o D do outro. Logo atrás deles outros dois meninos manifestam a sua alegria de viver pespegando um enorme chocho na boca um do outro. E riem-se, deliciados. Ninguém viu, a não ser eu. Ninguém (ainda) para lhes meter minhocas nas cabecinhas frescas e saudáveis. E dou por mim a pensar: o homem nasce livre e com capacidade de amar ilimitada e incondicional. E o preconceito? De onde virá???

(Notícias das 14h00: O parlamento acaba de chumbar os casamentos de homosexuais. Triste país este. Triste partido este que dá pelo nome de socialista. O mesmo que levou este assunto a campanha como se se tratasse de algo crucial para a nação e que agora impõe esta palhaçada de disciplina de voto aos seus lacaios. Curiosamente tinha esta posta guardada desde ontem. Sendo assim, nem de propósito, inúmeros e incontáveis, já que não há, definitivamente, nada como realmente...)

(lembro-me com alguma frequência daquele genial primeiro álbum de Gabriel o Pensador: "O preconceito é uma coisa sem sentido/Tire a burrice do peito e me dê ouvidos...")

(tentei linkar notícias mas o blogger não deixou. Será que tb é homofóbico?)

7 comentários:

Luisa disse...

Não há mesmo "nada como realmente"...

Uma tristeza este país.

Beijinhos

Luz de Estrelas disse...

Felda-se... Eu juro-te que isto tudo me enoja. Eu já n posso morar aqui, não posso. Onde estão os grandes cérebros deste País, espírito aberto, visionários, cultos e sem ambição que lutavam mesmo pelo bem estar das populações? Já não há????

C_mim disse...

olá

A C_mim precisa de falar contigo.

Mi liga vai...

beijos

Loira disse...

A sério, vão por mim, foi um facor que lhes fizeram... se os gajos soubessem o que é o casamento abdicariam na certa desse direito :D!LOL

Amélia do Benjamim disse...

Homofóbico e prejudicial! LOLL
Uma mistura explosiva!

O Benjamim, há dias, na melhor resposta para 'quem é a tua namorada' lá arranjou o nome do seu amiguinho favorito, já 'quem é a namorada' do seu amiguinho favorito, disse que era a mãe...
Quais ciúmes infantis...
;)

Luz de Estrelas disse...

LOLOLOL para a loirita.

Madalena disse...

Querida Cê, acho eu (mas quem sou eu para achar seja o que for?) que estes senhores que mandam na política têm medo de si mesmos e de serem confundidos pelos outros. Se queres que seja realmente sincera, acho que o casamento nem o homo nem o hetero muda seja o que for. A relação é que conta. A felicidade é que manda. O resto é a porcaria do papel, para variar. Pelo menos o velhinho Manuel poeta não teve medos. Os outros encolhem-se não vá alguém pensar que são mariquinhas. Jinhos
Adoro as coisas que contas dos Minis!!!!!